quinta-feira, 11 de junho de 2009

Ad(eu)s

Estou indo, se não voltar ninguém tem culpa,
Fui com minhas próprias pernas,
Insisti no que poderia deixar de lado,
Persisti no que de lado deixei por poder.

Adeus, não por ficar lá, mas sim por querer estar aqui,
A(os)teus por perseverança e coragem de caminharem sem mim,
Continuem a saga, a missão foi completada, não temas e nem chores,
[apenas sorria, brinque, cante, dance, siga os seus passos (como eu).

Não olhem para traz em nenhum momento,
Se eu voltar um dia, sei que estarão de braços abertos,
Se não. Preferiria seguir na boleia desse caminhão
[que são meus pensamentos, seguindo numa estrada de pedregulhos que se tornam meus alentos.

Findada a saga, continuarei a vos olhar, bem de perto.
Julgando-os quando necessário e acalentando-os sempre,
A cada dia, a cada minuto, estarei aqui entre vós.
Pois um dia mãe disse: “todos somos irmãos, de fé e de coração”.

9 comentários:

Úrsula Avner disse...

Olá meu caro Igor, texto poético muito expressivo e bem elaborado. Um abraço.

Ademerson Novais disse...

Gosto de passar aqui..pois tuas palavras representam muito o que sinto as vezes....ainda mais quando se fala em viagens em idas e voltas...nesses ultimos dias estava me sentindo assim um andarilho..um ermitão que não tinha direção nenhuma....que apenas seguia os passos que estes davam....mais aqui estou novamente...pronto para outro....só espero que a subida não seja tão ingrime...

Ate mais ...

Ademerson Novais de Andrade

GILSON MONTEIRO disse...

Muiiiiiiiiito bom. top de linha.

Fabricante de Sonhos disse...

Igor!
Um texto lindo... De palavras fortes e sentimentos verdadeiros!

Adorei.
Não gosto do Adeus, mas em suas palavras o Adeus ficou poético e perfeito!
É sempre um prazer voltar aqui!

Tenha um lindo domingo!

Um beijo enorme...

Fabricante

Wanderley Elian Lima disse...

O que importa e correr os riscos. A vida é uma eterna busca que muitas vezes não sabemos exatamente de que.
Um grande abraço

Flor disse...

Lindo texto Igor!...Palavras fortes e cheias de sentimentos! =)
Só espero q esse adeus ñ seja deixar d escrever aki, pq sentirei saudade!

Bjos!
=**

Marco Sistinne disse...

Um belo poema carregado de emoção, a qual podemos sentir em na passagem: "Pois um dia mãe disse: “todos somos irmãos, de fé e de coração”." Gostei muito mesmo, és de grande sensibilidade, obrigado por compartilhar.

Abraços
Marco

Xana disse...

Muito bom esse envolvimento que fizeste passar, dessa busca do ir e do voltar, da saudade do que deixamos para trás, da esperança do reencontro com quem achamos que nos quer.
beijo e bom fim de semana

Cleo disse...

Vá, mas volte.
A busca nunca cessa, mas teu texto está maravilhoso.Parabéns.
Cleo

 
;