quarta-feira, 20 de maio de 2009

Ignóbil Ser Bom

O que é ser bom realmente? Ajudar um velhinho a atravessar a rua? Se preocupar com o meio ambiente? Ou ir à escola todos os dias com a roupa engomada e fingir o que não é ou o que não quer ser para ter essa boa imagem que todos querem que você tenha? Ser bom é muito relativo, um assaltante é bom para o seu parceiro na hora de roubar ou matar, da mesma forma como um padre acha seu coroinha um bom menino por seguir preceitos religiosos.
O que não entra na cabeça é que todos querem que você tenha essa imagem, mas não pensam em você na realidade, em como você está se sentindo no bruto e nem se olham no espelho também. É muito fácil exigir de alguém que ele seja bom em algo, mas que você não consegue fazer o mesmo, tudo isso cansa, quererem que você tenha uma imagem que você não tem e nem que ter.
O que mais chama a atenção também é quando eles falam que você é um anjo de pessoa e são os primeiros a darem a cacetada quando você “falha” em algo, pode até ser para ajudar, mas que pelo menos sejam mais sinceros, não saiam por aí santificando os diabinhos, nem endiabrando os santinhos, só falem a verdade e sem prepotência. Cada um é bom no que acha que é bom pra ele e pros demais, contudo não machucando as pessoas alheias e principalmente não machucar-se também.
Será que é tão difícil para as pessoas entenderem que você não está feliz com o que está acontecendo, mas mesmo assim fazem questão de apertar na ferida mais ainda, poxa vida, seria tão mais fácil se cada pessoa quando se decidisse no que iria fazer (mas tivesse pelo menos o dom da coisa) ela seguisse esse caminho e tivesse a opção de fazer outra coisa caso não desse certo na primeira, se você é bom em matemática, pra quê estudar inglês? Se você é bom em português, pra quê se matar estudando física? Decerto isso nunca aconteceria, pois a vida só lhe dá duas chances, a de acertar e a de tentar de novo se errar e também lhe dá as pessoas para impedir que você acerte e as que tentam ajudar e por fim as que acham que estão ajudando, essas são as piores.
Com isso, ser bom é ser você mesmo independente de fulano achar você ignóbil ou cicrano achar que esse não seja o caminho certo, o caminho está ali mais adiante, você quem tem que decidir. Seu coração é a bussola, seus pensamentos o mapa, as “falhas” os obstáculos, as pessoas a platéia que rirá ou chorará dependendo do seu resultado, tudo está em suas mãos é só seguir em frente e simplesmente ser “bom” no que lhe for cabível.

11 comentários:

Lucas Moratelli disse...

Texto fantástico!

O bom é, e sempre será relativo. Esperar aprovação do mundo para as nossas atitudes e opções é terrível.

Início, meio e fim muito bem elaborados.

Gostei.

Ruiva Atrevida disse...

Igor, vim retribuir a visita e trata-se disso mesmo, ser bom... mas prá quem? pros outros? As pessoas sempre criam expectativas à nosso respeito e quando não condizem e se frustram, nos cobram... È impossível agradar à todos, então, vou seguindo meu bom senso.

Beijos da Ruiva.

Ademerson Novais disse...

se vê em yteus textos o quanto realmente leva muito conhecimento...muita educação que passa com facildade aqui em teus textos..fui os lendo...me envolvenno..me inclinando como um miopi para ler...mais no meu caso apenas querendo de uma forma engolir as palavras...fincar elas em mim...assim como vc os faz em teus textos..parabens..adoro sempre cair em blog cheio de vida...


Ademerson novais de Andrade
Espero que um dia visite meu blog

Cleo disse...

Fantástico mesmo o texto. Ser bom é mesmo relativo.
Bela semana prá você, sendo bom à sua maneira.
Beijos com carinho.
Cleo

vanessaromão disse...

"Seu coração é a bússola"...

Quem dera as pessoas se dessem conta disso. O som que vem de dentro é sempre abafado pela exterioridade. Uma pena.

Gostei daqui.
Beijo

Angélica Lins disse...

O que é bom? Esse texto é bom, muito bom.

:)

Estive aqui.

Danielle Macena disse...

Muito bom seu post...
gostei bastante do q vc escreveu aki...
bjuu

Wanderley Elian Lima disse...

OLá Igor.
O importante e ser você mesmo, mesmo que a sua maneira de ser não agrade a todos. O importante é estar bem consigo mesmo. Isto não é egoismo é a lei da sobrevivência.
Um abraço

Fabricante de Sonhos disse...

Olá!

Gostei muito do texto.
E o que é ser bom afinal?

A bondade é uma luta constante... Acho que só consegue ser bondoso com o próximo, quem consegue ser verdadeiramente bom consigo mesmo.

Parabéns pelo post!

Adorei!

Te connvido a visitar a fábrica de sonhos, viu? As portas estão abertas!

Beijo meu...

Fabricante...

wallace disse...

Acho que ser bom é ser autêntico, verdadeiro e sincero. mesmo que isso custe um alto preço... abç!

Jaildo disse...

É... na realidade, ser bom mesmo é sempre fazer a nossa parte sem se importar se o está sendo. Quando somos bons não precisamos querer ser bons, pois já o somos, sem esforço algum.
Parabéns pelos bem pensados textos.
Um grande abraço meu querido Igor!!!

 
;